Ficheiro:Utilização de BIM e métodos de sustentabilidade em elementos na construção Bruno Martins Dissertação Mestrado MIEC FEUP.pdf

Da wiki WIQI GEQUALTEC
Ir para: navegação, pesquisa

Em 2017, a Quercus, associação ambientalista, apontava os edifícios como os “grandes contribuidores para o fenómeno das alterações climáticas”, responsáveis por elevados consumos de energia e, consequentemente, pelas emissões de dióxidos de carbono. É conhecido e reconhecido pelas diversas autoridades ambientais globais que a modernização do setor da construção tem contribuído de forma negativa para o meio ambiente. A urgência de responder ao desafio de um setor que se espera mais sustentável impõe-se e, paralelamente, a necessidade de soluções integradas. A presente tese procura responder com uma proposta sólida de metodologia, incorporando BIM com Avaliação de Ciclo de Vida e de Custo de Ciclo de Vida. Através desta solução integrada, possibilitamos a determinação dos impactos ambientais e dos custos globais de cada elemento com o claro intuito de melhorar o nosso sentido de sustentabilidade.

Histórico do ficheiro

Clique uma data e hora para ver o ficheiro tal como ele se encontrava nessa altura.

Data e horaDimensõesUtilizadorComentário
atual15h16min de 6 de agosto de 2018 (3,3 MB)Alfredo Soeiro (discussão | contribs)Em 2017, a Quercus, associação ambientalista, apontava os edifícios como os “grandes contribuidores para o fenómeno das alterações climáticas”, responsáveis por elevados consumos de energia e, consequentemente, pelas emissões de dióxidos...
  • Não pode substituir este ficheiro.

Não há nenhuma página que use este ficheiro.