Verificação Automática De Projetos - Aplicação Em Projetos Com Características Padronizadas

Da wiki WIQI GEQUALTEC
Ir para: navegação, pesquisa

Texto Integral PDF

Tese de mestrado de Renata Nunes, 2022

Orientada por João Poças Martins

Resumo

A evolução nos processos de produção na indústria Arquitetura, Engenharia e Construção (AEC), embora caminhando, ainda não atingiram a tão desejada eficiência, mesmo com a evolução tecnológica, o padrão de elaboração de projetos, processos de licenciamento e mesmo a construção, não tiveram mudanças significativas como pode se notar em outras indústrias. Neste momento, o setor se mune de expectativas com a plataforma BIM, que promete otimizar informações e permitir que se alcance a tão sonhada eficiência. São muitos os esforços para o sucesso do sistema BIM e há evolução constante, mas as dificuldades ainda estão distantes da superação, o desenvolvimento precisa acontecer nos setores público e privado, em processos de execução e regulação e ainda fazer com que a informação não se perca na cadeia de produção e posteriormente na operação. Especificamente sobre conferência automática de projetos, há estudos e algumas implantações para licenciamento, que foram utilizados como modelo para o processo abordado, que tem a pretensão de em uma escala menor, fazer a conferência de projetos com características padronizadas. Será abordado, a conferência automática no retalho (varejo), setor com grandes demandas na cadeia AEC, e que abrange padrões repetitivos, portanto o campo ideal para automação dos processos. Em uma pesquisa específica para profissionais relacionados a este tipo de demanda, foi apontado que a conferência baseada em lista atualizada de padrões, traria impacto significativo na qualidade do produto entregue, também nesta pesquisa, foram listados recursos disponíveis, tanto em softwares como em conhecimento e habilidade dos envolvidos para sua utilização. Com estas informações, foi possível escolher as ferramentas para a construção de uma rotina de conferência, utilizando somente recursos já disponíveis nas empresas e regularmente usados. O modelo utilizado é de uma cadeia de loja de roupas, que em locais com diferentes tamanhos, geometria e necessidades, sempre apresentam os mesmos ambientes, especificações de acabamentos, mobiliários e iluminação. Assim, diversos projetos com as mesmas características poderão ter parte da conferência de forma automática, diminuindo o trabalho repetitivo dos profissionais envolvidos e a redução de erros. Utilizando a ferramenta Dynamo, nativa do Revit que é comum para mais de 75% dos envolvidos e Excel, utilizado por 100% dos inquiridos na pesquisa, foi construída uma rotina para extração de dados do modelo (projeto), que por comparação com necessidades, tamanho, especificações e outras regras, gera um relatório, indicando possíveis problemas de não cumprimento de especificações, diferenças em quantitativos de elementos, regras comuns à marca ou a shoppings, ambiente típico dos pontos de venda do “dono da obra”, atentando para as variações sofridas referentes a tamanho e recursos de espaço existente. Assim, o programa faz, parte do trabalho repetitivo e que pode ser mecanizado, gera um relatório apontando os elementos que sugerem problema e determinam onde o profissional precisa focar sua atenção, gerando economia de tempo e incluindo a máquina para fazer parte do trabalho, deixando o profissional criativo usar sua energia para ações mais desafiadoras e interessantes e ainda permite que a conferência seja feita em várias fases do processo. A rotina proposta foi elaborada e testada em um modelo real, atividades como a contagem de mobiliário, que no exemplo usado, em um único ambiente, possui 29 modelos com possibilidades de composições de módulos, somam 113 unidades de referência, e devem ser comparadas com três tipos de variações pois podem ter quantidade fixa, variada de acordo com o tamanho ou faturamento da loja ou simplesmente determinadas pela arquitetura, requisitam algumas horas de trabalho, com a ferramenta desenvolvida, o tempo de emissão do relatório passa a ser de minutos, e a atenção do profissional poderá ser empenhada somente nos pontos de atenção apontados. Trata-se de uma pequena amostra de quanto o setor tem a ganhar, utilizando programação para automação dos projetos, e de que o seu desenvolvimento para atingir a eficiência, certamente tem um de seus braços na programação e automatização dos trabalhos da cadeia de produção.

Palavras Chave

“conferência automática de projeto”; “projeto para retalho”, “BIM”, “conferência automática do modelo”, “Automação AEC”

Abstract

The evolution of production processes in the Architecture, Engineering and Constructions Industry (AEC), although progressing, has not yet reached the desired efficiency, even with technological developments, the standard of project preparation, licensing processes and construction, have not had significant changes as can be seen in other industries. At this moment, the sector is full of expectations with the BIM platform, which promises to optimize information and allow the so dreamed efficiency to be reached. There are many efforts for the success of the BIM system and there is constant evolution, but the difficulties are still far from being overcome. The development needs to happen in the public and private sectors, in the execution and regulation processes and to make sure that the information is not lost in the production chain and later in the operation. Specifically, about automatic checking of projects, there are studies and some implementations for licensing, which were used as a model for the process discussed here, which has the intention to make, in a smaller scale, the checking of projects with standardized characteristics. It will be approached, the automatic checking in retail, sector with great demands in the AEC, and that covers repetitive patterns, therefore the ideal field for the automation process. In specific research for professionals related to this type of demand, it was pointed out that the conference based on an updated list of patterns, would bring significant impact on the quality of the delivered product, also in this research, available resources were listed, both in software and in knowledge and ability of those involved. With this information, it was possible to choose the tools for the construction of a checking routine, using only resources already available in the companies and regularly used. The model used is of a clothing store chain, which in locations with different sizes, geometry, and needs, always present the same environments, specifications of finishes, furniture, and lighting. Thus, several projects with the same characteristics can have part of the conference automatically, reducing the repetitive work of the professionals involved and reduction of mistakes. Using the Dynamo tool, native of Revit, which is common to more than 75% of those involved, and Excel, used by 100% of the respondents in the survey, a routine was built to extract data from the model, which by comparison with needs, size, specifications and other rules, generates a report, indicating possible problems of non-compliance with specifications, differences in quantities of elements, rules common to the brand or to shopping malls, typical environment of the "owner " points of sale, paying attention to the variations in size and features of existing space. Thus, the program does, part of the repetitive work that can be mechanized, generates a report pointing out the elements that suggest a problem and determine where the professional needs to focus his attention, generating time savings and including the machine to be part of the work, letting the creative professional use his energy for more challenging and interesting actions and still allows the conference to be done in several phases of the process. The proposed routine was developed and tested in a real model, activities such as counting furniture, which in the example used, in a single environment, has 29 models with possibilities of module compositions, totaling 113 reference units, and must be compared with three types of variations because they can have fixed quantity, varied according to the size or billing of the store or simply determined by the architecture, require some hours of work, with the tool developed, the time to issue the report becomes minutes, and the professional's attention can be committed only on the points of attention pointed out. This is a small sample of how much the sector must gain, using programming for automation of projects, and that its development to achieve efficiency, certainly has one of its arms in the programming and automation of the work of the production chain.

Keywords

"code check”; “retail design”, “BIM”, “model check”, “AEC automation”