up down
UTAD

Página oficial, em fase experimental

Referência Institucional: GRIM, UTAD

Coordenador ECT-MOB: A. Perdicoulis

ECT-MOB

Organização Procedimentos Acordos Internacionais Estágios Miscelânea
home (VR)

VR in the global context

Espírito

A comunicação que consolida a comunidade académica na sua dimensão global, conta em parte com a tecnologia — mas nada se aproxima à experiência do sítio e do convívio, ou ‘estar lá’. É isto que queremos proporcionar aos alunos, docentes e funcionários, desde a nossa ‘vizinhança’ até sítios mais longínquos — tanto enviar como receber.

Estar num sítio ‘diferente’, da nossa escolha e admiração, proporciona mais que uma experiência cultural e de conhecimento: é capaz de trazer o melhor de dentro de nós — e.g. estimular a nossa criatividade, ou ultrapassar barreiras psicológicas tais como o medo de falar em público — e também de criar amizades e sentido de comunidade.

Os interlocutores dos nossos cursos/ departamentos têm a autonomia e obrigação de criar e manter redes temáticas com instituições de excelência — i.e. parceiros equivalentes ao nosso esforço e desempenho — para que os nossos alunos e docentes possam alargar os seus horizontes científicos, culturais, e de vivência tanto pessoal como comunitária.

As redes académicas que se constroi — ao contrário daquilo que a cultura popular dos ‘indicadores’ possa transmitir — não se apreciam pelo seu número de ‘pontos’; são as relações entre estes pontos que têm valor, que são sensíveis de criar e manter, e que tornam as redes dinâmicas, vibrantes, e cheias de vida. Eis a nossa atenção e cuidado.

NB: Apesar das nossas boas intenções, admitimos dois constrangimentos com as nossas aulas: (a) são oficialmente oferecidas só em PT e (b) o seu conteúdo está disponível só na nossa inranet. Estamos a trabalhar no sentido de mais abertura, mais efetivamente!

A. Perdicoulis
Coordenador ECT-MOB

Spirit

The communication that consolidates academia globally, counts partly on technology — but nothing comes close to the experience of the place and participation, or ‘being there’. This is what we strive to offer to our students, faculty, and staff, from our ‘neighbourhood’ to places far away — to send and to receive.

Being at a ‘different’ place, of our choice and admiration, is more than an experience of culture or knowledge: it is capable of bringing out the best in us — e.g. to stimulate our creativity, or overtake psychological barriers such as the fear of speaking in public — as well as to create friendships and a sense of community.

The delegates of our degrees/ departments have the autonomy and obligation to create and maintain thematic networks with institutions of excellence — i.e. partners matching our effort and competence — so that our students and faculty can extend their horizons regarding science, culture, and personal as well as collective living experience.

The academic networks we create — contrary to what the popular ‘indicator culture’ may transmit — are not to be appreciated by their number of ‘points’; it is the relations between these points that carry the value, that are sensitive to create and maintain, and turn these networks alive, vibrant, full of life. This deserves our attention and care.

NB: Despite our good intent, we acknowledge two shortcomings about our classes: (a) they are officially offered only in PT, and (b) their content is available only on our intranet. We are currently working towards opening up in a more comprehensive way!

A. Perdicoulis
ECT Mobility Officer

Organização

Âmbito Interlocutores Documentos Provisões

Âmbito

Atividades em mobilidade

Apoio à mobilidade/ Internacionalização

Interlocutores

Geral/ ECT

Cursos participantes

Documentos

Informação (GRIM)

Formulários (GRIM)

Documentos pessoais

Provisões

Equivalências

Incoming students

Procedimentos

Preparação
Outgoing
Inicialização
Outgoing
Regresso
Outgoing
Inicialização
Incoming
Estágios
Incoming
LA
Processing
Finalização/
Homecoming
Non-
Erasmus

Preparação Outgoing

Intenção de mobilidade — Alunos

NB: Informação a entregar em PDF ao coordenador ECT-MOB.

Intenção de mobilidade — Docentes/ Funcionários

NB: Informação a entregar em PDF ao coordenador ECT-MOB.

Acordo Inter-Institucional

Candidaturas fora de prazo

Bolsas de mobilidade

Seriação dos candidatos

NB: Após conclusão do processo, a lista de seriação estará disponível para consulta no gabinete de ECT-MOB.

Inicialização Outgoing/ Departure

departure

[Source: SP 41 — revised on 15 JAN 2019]
Specific deadline for the 2019–2020 candidature to ECT: 28 FEV 2019 (instead of the generic provision of 25 JAN)

Regresso Outgoing

NB: Texto do GRIM

Por norma, o aluno tem direito a fazer na instituição de acolhimento o mesmo que faria na UTAD. Isto é, se o aluno estivesse na UTAD e não fizesse a UC, teria direito a fazê-la por exame, desde que tivesse frequência. Estar em mobilidade significa estar numa outra instituição. Todos os direitos e deveres se mantêm, inclusivamente o pagamento das propinas e matricula.

Inicialização Incoming

NB: Texto do GRIM

  1. Chegada à UTAD — Registo no GRIM.
  2. O registo do aluno é enviado aos SA que criam o número de aluno.
  3. Com o coordenador académico, definição das UCs a frequentar. Podem consultar o SIDE, mas com o login dos docentes.
  4. Verificação se há alterações a fazer ao LA — proceder às mesmas. Recolha de assinaturas e envio à univ. Origem (o GRIM apoia).
  5. O GRIM comunica ao aluno a disponibilidade do LOGIN e o aluno recolhe pessoalmente (pois tem password e é intransmissível) neste gabinete.
  6. Inscrição no SIDE (com o apoio do coordenador/ gabinete SIDE/ colegas/ buddy ESN).
  7. Envio de um PrintScreen (via e-mail) ao GRIM com a inscrição no SIDE. Têm um mês desde a data de chegada à UTAD para este envio.
  8. O GRIM envia a inscrição aos SA. Os alunos ficam inscritos.

Estágios/ Traineeships/ Internships/ Placements

NB: Texto do GRIM

Os estagiários estão recebidos em duas modalidades alternativas: (a) com avaliação quantitativa (e aí têm de se inscrever numa UC que exista na universidade e que seja lecionada por um docente que aceite esta modalidade); (b) com avaliação qualitativa (o orientador escreve um relatório com uma descrição das atividades desenvolvidas durante o período de mobilidade e indica uma nota qualitativa). O GRIM recomenda vivamente esta segunda possibilidade por permitir maior flexibilidade e ser isenta de burocracia.

Incoming LA Processing (GRIM–ECT)

NB: Baseado no texto do GRIM

Novo modelo do LA: apenas uma pessoa assina — interlocutor da direção do curso.
Modelo antigo do LA: assinar em primeiro lugar o interlocutor da direção do curso e enviar ao GRIM para a segunda assinatura.

LAs

[Source: SP 41]

Finalização Incoming/ Homecoming

homecoming

[Source: SP 41 — modified on 28 MAI 2018 after recent protocol adjustments]

Non-Erasmus

NB: Texto do GRIM (2017 JAN 25)

A UTAD, através das suas Escolas, Unidades de I&D e serviços, recebe, não raramente, pedidos de receção de estrangeiros (staff docente e não docente, mestrandos, doutorandos, pós-docs, estagiários, etc) para realizarem períodos de investigação. Por indicação do Sr. Reitor, esses pedidos devem obedecer a um procedimento normativo, nomeadamente com um pedido via GESDOC: “Pedido de Autorização para a Receção de Estrangeiros para Período de Investigação”. É ainda recomendável que todos os pedidos de receção de pessoas externas à academia sejam acompanhados de protocolo/acordo com a instituição de origem.

Acordos Inter-Institucionais

06.1
Engenharia
Mecânica
06.2/ 06.5
Eng. Electrotécnica
e dos Computadores
06.4
Engenharia
Civil
06.9
Engenharia
Biomédica
11.1
Matemática
(Dept.)
11.3
Engenharia
Informática
13.2
Física
(Dept.)
15.9
Comunicação e
Multimédia/ TIC

06.1 — Engenharia Mecânica

eng. mecânica

06.2/ 06.5 — Engenharia Electrotécnica e dos Computadores

eng. electrotécnica

06.4 — Engenharia Civil

eng. civil

06.9 — Engenharia Biomédica

eng. biomedica

11.1 — Matemática

matematica

11.3 — Engenharia Informática

eng. informática/ TIC

13.2 — Física

fisica

15.9 — Comunicação e Multimédia/ TIC

CM

Estágios/ Traineeships/ Internships/ Placements

Incoming

Laboratórios ECT

Documentação dos candidatos

Research Work Plan (1–2 pages A4)

  1. Identification of the proponent (incl. affiliation)
  2. Duration of the collaboration (dates from–to)
  3. Domain of knowledge/ study area(s)
  4. Motivation (incl. problem to solve)
  5. Tasks to carry out
  6. Special methods/ techniques
  7. Outcomes to achieve (e.g. published articles)
  8. People and institutions to be involved
  9. Proponent's financial assurance (incl. insurance)

Outgoing

Miscelânea

Sobre a UTAD Recursos Externos Assuntos para Reflexão

Sobre a UTAD

Apresentação em video

  1. study.utad.pt — oficial (EN/ PT)
  2. UTAD — oficial 2' 18"
  3. GRC — não oficial 1' 15"
  4. DVR — não oficial 1' 05"

Recursos Externos

Instituições

Dicionários Online

Assuntos para Reflexão

Vantagens da mobilidade académica — mais importante primeiro

Escolha do destino — mais importante primeiro

Impressum

Nota Técnica